NOTA DA ADUSP: Diálogo ou mordaça?

A direção da Adusp recebe com perplexidade a notícia publicada no USP Destaques nº 55 de que o reitor da USP teria ingressado com uma interpelação judicial contra todos os seus diretores, para que se retratem ou prestem esclarecimentos por “afirmações feitas à imprensa”, podendo vir a sofrer processo por difamação.

A Adusp não abrirá mão do direito de expressar seu entendimento sobre toda e qualquer questão, especialmente as relacionadas à Universidade de São Paulo e à atividade docente.

A Adusp se manterá aberta ao diálogo, ao contrário da atual gestão da Reitoria, que, em vez de primeiro procurar a entidade, preferiu tentar amordaçá-la dando início a uma insólita demanda judicial.

Uma vez recebida e analisada a notificação, a direção da Adusp voltará a se pronunciar.

São Paulo, 7 de março de 2012

Diretoria da Adusp