Moradores do CRUSP denunciam: Porteiros não podem mais conversar com estudantes

O Jornal da USP Livre! foi comunicado por moradores do CRUSP que existe uma orientação da COSEAS para que os porteiros dos blocos não tenham nenhum contato com os residentes. Estão sendo vigiados para que não tenham uma “boa” relação com os estudantes. Querem que os porteiros sejam inimigos dos moradores e sirvam como testemunha de todas as arbitrariedades da reitoria calados.