OPINIÃO: Sobre as eleições para o DCE

Publicamos aqui um artigo enviado à Redação expondo uma opinião diferente da que foi apresentada nestas colunas na última semana a respeito da posição correta a ser adotada pelos estudantes diante das eleições para o DCE-Livre da USP. Na próxima edição, publicaremos uma resposta a este artigo, dando continuidade ao debate

Nesse momento acredito que a esquerda deveria se unir em torno do movimento com maiores chances de vitória.
Será que é tão difícil uma chapa de coalizão ao invés de muitas de colisão? Ficar trocando ofensas, farpas e palavras de ordem só fortalece ao senhor Rodas…Conheço militantes de todas estas correntes de esquerda e desde a LER até o PT não vejo nos militantes o peleguismo efetivo.
O que eu vejo são defesas de diferentes formas de luta para obtenção dos mesmos resultados. Algumas formas de luta até me parecem meio equivocadas, outras falaciosas, outras sonhadoras mesmo, outras radicais demais, etc., etc.
Querer impor sua idéia de luta em todos os múltiplos movimentos de ideologias aparentemente conflitantes produz o que ai está, o reforço das teses da elite e o rumo ao totalitarismo.
Já houve um tempo aqui no Brasil que a realidade impôs a todas as correntes se abrigarem sob um único chapéu, o MDB. Nessa época se conseguiu algum resultado político, mesmo tendo de abrir mão de algumas das formas de luta. Hoje os autoritários ditadores de plantão estão pondo a cabeça de fora abertamente e os movimentos progressistas ao invés de combatê-los unidos ficam se digladiando entre si.
Não, eu não comungo das idéias do PSOL ou PSTU, mas sem dúvida nenhuma os apoio se for para fazer frente ao Rodas. Se eles estão conseguindo aglutinar mais apoios, deveríamos todos apoiá-los nesse momento.
Perder nesse momento pode dar ao movimento do Rodas a justificação para tudo o que ele está fazendo…Nesse momento da luta devemos acreditar que a maioria dos estudantes da USP NÃO SÃO DE ESQUERDA, mas também não apóiam muitas das medidas do Sr. Rodas e devemos atrair estes para a luta contra o autoritarismo de Rodas. Se nesse momento uma das chapas esta atraindo essa massa crítica, acho que esse discurso deve ser apoiado.

Luís Rodrigues da Silva
Engenheiro (já defendi teses do capitalismo);  Bacharel em Letras – FFLCH (entendi que deve haver outro caminho); Quintoanista de Direito – Unesp (Definitivamente assustado com a elite.)