Eleições para o DCE – Chapa Reação: um marionete do PSDB

Nesta semana, circulou nas redes sociais um fac-símile de um boletim assinado pela Juventude do PSDB de Ribeirão Preto que diz, textualmente:
“‘Chapa Reação’ para DCE-USP é presidida por membro da JPSDB-São Paulo
“Carmo Oliveira da JPSDB – Franco da Rocha concorre para presidente do DCE da USP pela chapa Reação. Com propostas coerentes e apartidárias, o grupo liderado por Carmo pretende tirar a chapa de extrema esquerda hoje em gestão no referido DCE. Na USP-Ribeirão Preto a Reação recebeu apoio da Macro JPSDB Ribeirão Preto através do transporte dos materiais de campanha que foram entregues ao uspiano Ricardo Saito, que coordena a campanha da chapa no campus da USP em Ribeirão Preto’”.
Ou seja, para quem ainda não sabe, a chapa Reação é dirigida pelo PSDB. Segundo as declarações de um dos três membros que romperam com a chapa às vésperas da eleição,  parece que nem mesmo todos os membros da própria chapa Reação sabem quem os está liderando.
Thiago Salvagio, da Engenharia de Lorena, rompeu com a Reação e escreveu: “Não me sinto confortável em um lugar onde questões afloram e não são solucionadas, chapa na qual não membros tem muito mais informação e poder de decisão que a maioria dos 61 inscritos.
“(…) Me recusei por um tempo a acreditar que as cartas estivessem marcadas desde o começo e que cordas estejam sendo amarradas e  entre os 61 existam ventríloquos e laranjas”.