Estudante eliminado por Rodas é reintegrado ao curso!

Na manhã de quarta-feira, 28 de março, o estudante Marcus Padraic Dunne foi reintegrado ao curso de letras.

Em sua página no facebook comemorou “De volta à USP!”. A decisão liminar de reintegrar Padraic ao curso foi dada a um mês atrás, mas Rodas tentou burlar a decisão pois sabe que é uma grande derrota da sua política de “caça às bruxas” no movimento estudantil.

No dia 29 de fevereiro o juiz de direito Valentino Aparecido de Andrade, da 10ª Vara da Fazenda Pública declarou sobre o caso do estudante Marcus Padraic Dunne “concedo-lhe a medida liminar, para assim suspender a eficácia do ato administrativo que lhe impôs a momentosa sanção de eliminação do corpo discente da Universidade de São Paulo.”

Rodas não a aceitou e entrou com recurso após afirmar em comunicado oficial que estaria “tomando as providências cabíveis para esclarecer os pontos que embasaram a decisão do juiz”.

O juiz afirma que era um protesto político e que isso, apesar de ser conhecido da reitoria, foi ignorado e recusou o recurso da reitoria, mantendo a liminar.

A volta de Padraic abre um precedente importante para a reversão das eliminações definitivas dos outros sete estudantes acusados pela reitoria de participar de um protesto político.

É mais uma importante derrota do reitor-interventor no terreno jurídico e demonstra a fraqueza do regime contra a comunidade universitária.

Um comentário

Os comentários estão desativados.