FOUSP divulga material criminalizando alunos e apoiando REItor

Waldyr Antônio Jorge, diretor da COSEAS.

Companheiros,

Sou estudante da USP, porém, por critérios medíocres, elitistas e hipócritas da universidade e mais especificamente da COSEAS, não estou frequentando as aulas, pois, sou do interior e não tive direito em participar da distribuição de vagas para CRUSP. Mesmo assim venho acompanhando tudo pelo Jornal da USP Livre, e apoiando-os em tudo que posso. Mas deixemos de lado isso, em outra oportunidade eu lhes falarei mais sobre tal situação.
Por enquanto gostariam que vocês conferissem esse e-mail que divulgado pela FOUSP a seus alunos. Não sei se outras unidades também receberam, mas vou reproduzir aqui o que nos foi enviado [nota da redação: o e-mail contém o artigo assinado pelo professor Waldyr Antônio Jorge, diretor da COSEAS, publicado na quinta-feira, 19/4, na Folha de S. Paulo com o título “Invasão na USP e o Estado de Direito”, e que não foi reproduzido aqui por motivos de espaço.].
Uma instituição que se diz pública mas não exita em recriminar e desfavorecer quem sempre estudou nas verdadeiras escolas públicas e agora luta para obter uma educação digna.
É assim que essa elite burguesa nos trata. Somos marginais, que não estamos buscando nossos direitos, mas sim, destruindo e vandalizando o que deveria ser nosso de direito. E o pior é fazer circular essa notícia medíocre, fazendo com que a grande massa alienada que por ai perambula veja tais atos como a dita reitoria quer que sejam vistos.
Não descansemos enquanto toda essa imundice continuar, mesmo estando longe continuarei apoiando com o que for possível.

T.A.C.
Estudante da USP