Abaixo a ditadura à paisana de Rodas e do governo

Por quanto tempo ainda a universidade vai tolerar a ditadura do homem de ternos ‘old-fashioned’?
Por quanto tempo ainda a universidade vai tolerar a ditadura do homem de ternos ‘old-fashioned’?

As arbitrariedades dos processos político-administrativos promovidos pela reitoria da USP e pelo governo do Estado contra estudantes e trabalhadores da USP é tamanha que se assemelham aos processos inquisitórios promovidos na Idade Média, quando a Igreja assumia ao mesmo tempo o papel de acusador, juiz e carrasco.

Rodas e Alckimin agem acima da lei, que é conscientemente burlada para atingir os fins políticos, para eliminar todos os setores que possam opor resistência à implementação do projeto elitista e privatista, orientado para atender aos interesses de uma ínfima parcela da sociedade, a classe dominante.

Foi com o intuito de dar um basta à ofensiva repressiva escandalosamente impulsionada pela reitoria através de ações investigatórias, da perseguição e patrulhamento político e ideológico promovidos impunemente à luz do dia na universidade de “excelência” que estudantes, trabalhadores, advogados, entidades e apoiadores constituíram o Comitê Unificado Contra a Repressão na USP.

Na semana passada, em virtude do feriado e das atividades da semana, a presença de muitos companheiros que constroem este comitê ficou comprometida, inviabilizando a realização da suas reunião.

Comunicamos a todos o adiamento da reunião inicialmente convocada para quinta-feira 3/5, ficando indicada para a próxima quinta-feira, 10/5 às 17h na sede do Sintusp. Contamos com a presença de todos para organizarmos um plano de ação que ponha abaixo a ditadura à paisana instalada na Universidade de São Paulo.      Rafael Alves

 

Próxima reunião do Comitê Unificado Contra a Repressão na USP:

• quinta-feira, 10 de maio de 2012, às 17h.

• local: Sintusp (Rua Luciano Gualberto, 374 – travessa R)

Um comentário

  1. Todos aqueles que são contra o Reitor e os rumos que esse governo Tucano esta seguindo para privatizar a USP precisam se engajar com um bom candidato para impor uma derrota de qualquer governo Tucano. ou seja na prefeitura ou governo.Precisam ir à luta nos bairros para mostrar quem eles são e o que vão fazer caso eles continuem como governo.O momento é Politico sim.

    Curtir

Os comentários estão desativados.