Desabafo sobre a Calourada Unificada do DCE

Tem muita gente por aí com medo de criticar o DCE, mas o que aconteceu na Calourada Unificada foi um absurdo e nós temos que denunciar!

Eu não vou ser conivente com acordos com a burocracia (a mesma que persegue politicamente estudantes e trabalhadores dentro da universidade), com machismo e homofobia e com quem se cala com medo de perder uns votos em alguma disputa por um aparelho burocrático qualquer do ME. O DCE existe para organizar e representar os estudantes, não para traí-los, expulsá-los de sua própria festa (isso mesmo, aquela era uma festa dos estudantes da USP para recepcionar os calouros e ocupar o espaço universitário com cultura, convidando as pessoas de fora da USP para conhecê-la e ocupá-la também, afinal estamos falando de uma universidade PÚBLICA!).

Essa mesma gestão fica vomitando aos quatro ventos palavras de ordem feministas decoradas para calar um debate com opositores ou apenas para se promover e mostrar o quanto eles, apesar de PELEGOS, podem se travestir de revolucionários no discurso (to exagerando? os fatos falam!) e o que eles fizeram? Convidaram um cara machista e homofóbico até o último pra cantar na calourada. Mas o Piero, que há anos nos ajuda na defesa e ocupação do canil e de outros espaços de livre cultura e manifestação na USP e fora dela, como foi bem colocado no relato [publicado na edição 91 do USP Livre!], o exemplo do trabalho da Voodoohop em SP, foi CENSURADO por esses mesmos pelegos que se dizem “de esquerda”. Eles não só levaram o equipamento alugado do DCE embora, mas tambén proibiram o Piero de ligar seu próprio equipamento, mandando os seguranças (terceirizados, olha que ironia) expulsarem a gente da festa. Essa gestão precisa assumir publicamente quem é e a que veio! Eles são os mesmos, com alguns laranjas de diferença, que ajudaram a nos encurralar na Alvarenga em 2009, e quando a polícia chegou para nos reprimir e nos atacar covardemente, eles já estavam escondidos, só saíram da toca para falar na assembleia horas depois. Eles são os mesmos que em 2010 se negaram a ajudar a mobilizar os estudantes em apoio aos trabalhadores que estavam sendo atacados pelo Rodas. Eles são os mesmos que muniram a mídia marrom e a burguesia de argumentos contra o movimento de 2011 contra a repressão e perseguição política do REItor interventor do PSDB e a polícia ASSASSINA dentro E FORA dos muros da USP, deslegitimando a massiva assembleia que eles abandonaram por não conseguir passar suas manobras! Pronto, falei!

FORA DIRETORIA PELEGA DO DCE! FORA RODAS! FORA PM! ABAIXO A REPRESSÃO!

Anônimo