Unir a luta com os professores estaduais em um grande ato na Paulista

Imagem

No próximo dia 19, os professores estaduais de São Paulo já anunciaram que vão entrar em greve por tempo indeterminado e marcaram para a mesma data um grande ato na avenida Paulista.

Nesta semana, no dia 11 de abril, será realizada uma assembleia geral dos estudantes e seria muito importante que os estudantes aprovassem um ato conjunto com os professores estaduais para unir as forças contra os processos.

A luta dos professores estaduais também é uma luta contra a ditadura do PSDB que está arrojando os salários da categoria e sucateando o ensino público estadual. Os estudantes da USP também lutam contra a ditadura do PSDB instaurada na USP por meio do reitor interventor imposto pelo ex-governador José Serra.

Um ato conjunto entre os professores estaduais e os estudantes da USP, da Unifesp e das demais universidades estaduais teria uma grande força de mobilização para pressionar o governo do PSDB e a reitoria na luta contra os processos aos 72 da USP e as demais perseguições políticas que ocorrem no movimento estudantil.

Na próxima assembleia do dia 11 é necessário discutir a incorporação dos estudantes da USP neste grande ato dos professores estaduais.