Que moral tem o partido financiado pela Gerdau?

A direção do DCE da USP lançou um desafio: tentar calar o PCO e escorraçá-lo do movimento estudantil. O artigo ao lado trata disso.

Aqui, no entanto, convém informar o que é a direção do DCE: uma aliança da qual faz parte o MES (Movimento Esquerda Socialista, cuja juventude se autodenomina “Juntos” e “Juntas” – para homens e mulheres), que faz parte do Psol (Partido Socialismo e Liberdade, aquele que lançou Heloísa Helena à presidência em 2006 para que ela defendesse o financiamento público de multinacionais como a Volks, e lutasse contra o direito ao aborto, para que as mulheres que o pratiquem sejam presas; também lançou Plínio de Arruda Sampaio à presidência, para este declarar, nas eleições municipais do ano passado, que preferiria que o Serra ganhasse).

Ao MES, está aliado o PSTU, que mantém laços com os Psolistas na USP e fora dela, nas eleições. Quando podem, é claro. Às vezes o Psol prefere aliados mais, digamos, endinheirados…

Mas, que é o MES/Juntos/Juntas, de fato?

Pode ser melhor conhecido por meio de uma de suas lideranças nacionais, a ex-deputada federal Luciana Genro (filha do ex-um monte de coisa pelo PT, Tarso Genro).

Luciana Genro é também ex-candidata por um partido que se diz socialista à prefeitura de Porto Alegre, cuja campanha recebeu cerca de R$160 mil de uma das maiores companhias siderúrgicas do planeta, a Gerdau.

Minha opinião? É uma merreca! O serviço que o MES/Juntos/Juntas faz, junto ao PSTU, na diretoria do DCE e em outras praias vale muito mais!

A tentativa de impedir que os militantes do PCO, caluniados como foram, não possam se defender, e sejam “expulsos” do movimento estudantil, será, como eles gostam de dizer, uma “graaaaande campanha”. Alguém aí viu uma campanha desse tamanho para defender os companheiros processados por ocupar a reitoria? Ou os companheiros do CRUSP, que lutam contra a Coseas/SAS e a reitoria e “são culpados por existir”?

Como eu falei. Deveriam estar ganhando mais pelos serviços prestados à reitoria do que ganharam em Porto Alegre.

O Crápula