Unesp: Assis e Araraquara também em greve

Imagem
Estudantes em greve na Unesp Araraquara.

A expulsão de cinco estudantes da moradia estudantil da Unesp Araraquara depois de uma sindicância mobilizaram os estudantes que decidiram em assembleia entrar em greve reivindicando melhores condições para a permanência estudantil.

Já em Assis, no último dia 26, os estudantes aprovaram a greve em assembleia com cerca de 500 estudantes. As reivindicações também são sobre assistência estudantil. Os estudantes reclamam dos cortes de bolsas e falta de moradia.

A greve na Unesp já atinge quatro campi, Ourinhos, Marília que faz greve com ocupação, Assis e Araraquara. Outras unidades como Bauru e Presidente Prudente também estão mobilizados e devem aprovar greve. Os estudantes estão organizando uma paralisação estadual.

Todo apoio à greve dos estudantes da Unesp!

2 comentários

  1. O campus de Araraquara não está em greve. Há, sim, uma ocupação/acampado reivindicando melhorias na política de Permanência Estudantil. O movimento de ocupação apoia a greve nos demais campis e haverá uma assembléia geral amanhã, dia 09/05.

    Curtir

  2. […] Se os horizontes da nossa educação púbica, a nível nacional, já são preocupantes, em São Paulo, sucessivos casos vão mostrando que a situação sempre pode piorar. Depois da greve deflagrada pelos professores da rede pública estadual na última semana, e da anunciada dos professores municipais para amanhã (1/5), alunos de pelo menos duas unidades da Unesp (Universidade do Estado de São Paulo) no interior do Estado também iniciaram uma paralisação para reivindicar melhores condições. Os estudantes de Ourinhos foram os primeiros a parar, no dia 19 de abril. No dia 23, foi a vez dos alunos de Marília não só entrarem em greve, mas ocuparem a direção da faculdade. Outros relatos dão conta de paralisações também nas unidades de Assis e Araraquara. […]

    Curtir

Os comentários estão desativados.