ESTRANHA PARIDADE

Sobre as eleições diretas para REItor, é importante que cada votante valha um voto, de maneira igualitária! E não esse tal esquema paritário, no qual o voto de cada pessoa fica mais forte conforme a categoria à qual pertence fica menos numerosa – ou o contrário, com o voto de cada indivíduo perdendo força à medida que sua categoria fica com mais membros.

Oras, se dois terços dos funcionários sair da USP o voto de cada funcionário que fica passa a valer três vezes mais. Se o número de professores dobrar o poder de voto da categoria é diluído entre seus membros e o voto de cada docente passa a valer duas vezes menos. Ao preterir a importância da maioria participante, esse esquema é uma aberração em termos de democracia!

—–

Nessa tal paridade, que diz visar um equilíbrio entre as tais três categorias, há uma seleção. Já me perguntaram: os professores também não são funcionários? Pois é. Então por que constituem categoria à parte?

Quanto a discentes, em 2012 a USP tinha um total de 28.498 pós-graduandos (de acordo com os dados de 2012 disponíveis emhttp://www5.usp.br/usp-em-numeros/ ): 24,832% do grupo formado por estudantes, professores e técnico-administrativos. Além de serem quase um quarto do grupo, pós-graduandos têm uma relação formal com a USP bem diferente de graduandos. Por que não quatro categorias, então?

—–

Por trás do discurso de paridade há uma supervalorização da categoria com menos membros – a dos professores, olha só! Oras, se eles são mesmo tão bons assim não precisam valer cada um mais que 15 estudantes.

Afinal, fazendo uso de seus conhecimentos, argumentações e demais atributos (como aquela aura de brilhantismo que uns estudantes veem em venerados professores), docentes podem influenciar os posicionamentos de estudantes – o que já acontece, com ou sem eleições, com ou sem paridade!

—–

O melhor é que nem haja esse cargo de REItor, que concentra tanto poder. Mas enquanto ele existe, que seja eleito de maneira direta e universal, sem pesos nem divisões arbitrárias!

Cebolinha Debate De Ideias Fulano Detal