Sobre o fechamento dos bandejões

Lendo a notícia sobre os bandejões, o que me parece é que, na ausência de funcionários, isto força a privatização.

Pensem bem:

  1. São milhares de estudantes e de funcionários, que se tornam, da noite para o dia, de usuários a consumidores.
  1. Existem diversas áreas na universidade que são “loteáveis”, segundo o critério atividades-fim e atividades-meio.
  1. Prestar serviço para a universidade pode ser algo muito lucrativo para grupos com conhecimento dos meandros do poder local.
  1. A própria reitoria cria a condição para que a privatização seja necessária. Afinal, seria pouco coerente, na lógica reitoral, funcionários entrarem no Plano de Demissão e, em seguida, a própria reitoria abrir concurso para o preenchimento das vagas.

Comentador

Comentador