Jornal USP livre apoia a chapa “USP Contra o Golpe”

O jornal USP Livre desde sua criação se colocou contra a ditadura imposta dentro da universidade. Lutou contra a imposição da Polícia Militar dentro dos campi, contra a ditadura da reitoria e dos professores contra os estudantes. Agora, mais uma vez, luta contra a ditadura, a que será imposta com um possível sucesso do golpe de Estado no Brasil.

Diversos estudantes estão começando a se mobilizar dentro da universidade. Companheiros do PCO e outros independentes, montaram uma chapa, USP contra o Golpe, para as eleições do DCE da USP. A campanha eleitoral começou nesta segunda-feira (4) e termina na próxima segunda-feira (11), ou seja, as chapas possuem apenas uma semana para apresentarem suas propostas e planos.

A atual gestão do DCE é formada por Psol e PSTU, os mesmos partidos que estão se recusando a lutar contra o golpe da direita contra o governo do PT. Apoiam a derrubada do governo Dilma. Dentro da USP eles ignoram ainda mais essa luta, se rebaixando a apenas pautas de lutas locais e anulam qualquer tentativa de sentido contrário.

A chapa USP contra o Golpe não ignora essas lutas que também são importantes, no entanto, existe hoje uma luta de muito maior envergadura no País e que vai interferir de maneira bastante agressiva na vida de todos os cidadãos. Que é o golpe de Estado.

Para se defender a USP e todas universidades públicas no Brasil é necessário resistir ao golpe. O movimento estudantil brasileiro, principalmente o da USP, precisa se somar ao movimento nacional contra a direita, contra o golpe.