Não ao despejo do Sintusp! Fora Zago!

O reitor “bonzinho” Marco Antônio Zago enviou um ultimato à direção do Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp). No último dia 6 de abril,  o Sintusp recebeu um comunicado anunciando que o sindicato teria 30 dias para desocupar o imóvel onde está localizado, na prainha da ECA.  O ofício foi assinado pelo coordenador de Administração Geral, Rudinei Toneto Júnior que apenas justificou o despejo como “aproveitamento acadêmico do espaço”, ou seja, privatização.

Este é mais um ataque do governo do PSDB às organizações da USP. Zago, que foi apresentado como o reitor do diálogo, não passa de um reitor golpista que está dando continuidade à política ditatorial de privatização da USP à força, a mesma utilizada pelo antecessor João Grandino Rodas. E para isso precisa calar todos que se opõem a essa política de sucateamento da universidade. Rodas já havia tentado desalojar o Sintusp e também o Centro Acadêmico e a Atlética da ECA que funcionam no mesmo local, mas a mobilização de estudantes e funcionários impediu. O aviso de despejo do Sintusp é o primeiro para depois desalojar o CA e a Atlética também. A prainha da ECA é um local de convivência acadêmica e política que deve ser defendido por todos.

Não ao despejo do Sintusp! Abaixo a privatização da USP! Fora Zago! Fora PM! Abaixo o golpe!