Os estudantes em greve não podem ficar a reboque do Fórum das Seis

Na USP, estudantes, professores e funcionários já estão em greve e no âmbito estadual logo deve começar a greve do Fórum das Seis, entidade que representa sindicatos de funcionários e associações de docentes da USP, Unesp, Unicamp e do Centro Paula Souza.

Apesar de levantar outros pontos, em geral, a greve deste Fórum é dominada pelas reivindicações econômicas, é a sua campanha salarial anual, tratando dos salários e do regime de trabalho de funcionários e professores. Desta forma, as reivindicações políticas, pelas quais os estudantes se mobilizam, ficam em segundo plano.

Por este motivo, os estudantes não podem deixar que sua greve seja dominada pelo Fórum das Seis, como acontece quase sempre. É preciso fazer uma greve estudantil que vá muito além da mobilização sindical, para conseguir de fato o atendimento das reivindicações políticas, contra o desmonte da universidade.